Associação dos Servidores da ANAC

Nota de esclarecimento sobre as indicações da Presidência da República para vagas na diretoria da Anac

Circula nas mídias sociais abaixo-assinado de uma entidade que se diz “associação dos servidores da Anac”, e exortam pessoas a se posicionem contrárias às recentes indicações da Presidência da República à Diretoria da Anac.

Nesse ponto, cabe informar aos cidadãos que a ASA - Associação dos Servidores da Anac, entidade representativa dos servidores, com atuação há mais de cinco anos, rechaça  o uso do nome de nossa entidade neste abaixo-assinado.

Importa que chegue ao conhecimento de todos que o movimento por trás deste abaixo-assinado surgiu de um grupo de detentores de cargos comissionados dentro da Anac, em nada relacionados com a ASA, conforme noticiado em: “Decolagem de genro de senador causa rebelião na Anac”: http://colunaesplanada.blogosfera.uol.com.br/2015/07/16/decolagem-de-genro-de-senador-causa-rebeliao-na-anac/#comentarios  

A ASA não participa  de nenhum ataque ou oposição à pessoa de qualquer indicado pela presidência ao cargo de diretor da Anac. E deixa clara a sua posição de respeito às instituições e de forma alguma pretende tumultuar o complexo quadro político atual. Essa atitude proativa, aliás, tem sido a marca da Associação desde sua fundação. Esta, não participa de nenhum ataque ou oposição a pessoas de quaisquer dos indicados pela presidência ao cargo de diretor da Anac.

 

Acrescenta-se, ainda, que a ASA organizou eleição interna entre todos os servidores da Anac e que culminou numa Lista Tríplice de candidatos aptos para ocupar uma das vagas então existentes para Diretoria. Esta lista tríplice fora enviada à Casa Civil como forma de sugestão, ou seja, respeitando totalmente os ritos vigentes. Defende que qualquer pessoa que venha a ocupar tais cargos deve trazer conhecimentos, habilidades e atitudes para cumprir os fundamentos democráticos, dentre os quais: oportunidades para todos, em contraposição à intenção de manter privilégios a um pequeno grupo de pessoas.

A ASA pontua que não se encontra disponível mediante pesquisa no Google qualquer informação formal sobre os responsáveis por tal movimento."

Por Diretoria da ASA em 03/08/2015.







0 Comentários